Abigail Nabal David 1 Samuel 25 submission bible biblica

Abigail em aguarela e tinta por Sarah Beth Baca.
Usado com permissão do artista. Todos os direitos reservados. 
Impressões deste quadro podem ser compradas aqui.

This article was first published in English here.

Abigail, Nabal e Davi

Abigail é uma mulher interessante que encontramos em 1Samuel capítulo 25. Como várias mulheres no Antigo Testamento, Abigail é descrita como bonita. Ao diferente da maioria das outras mulheres no Antigo Testamento, Abigail também é descrita como “inteligente” (NVI, etc) ou “de bom entendimento” (ARC).[1] Linda e inteligente Abigail era casada com um homem rico, e ela pode ter desfrutado dos benefícios de um estilo de vida rico, mas seu marido rico, Nabal, era tolo, intemperante e malvado.

O nome Abigail é derivado de duas palavras hebraicas, “pai” e “felicidade”, e significa “felicidade do meu pai”. Ela pode ter sido a causa da felicidade na casa de seu pai, mas o casamento de Abigail pode não ter sido feliz.[2] O nome de Nabal é uma palavra hebraica que significa “insensato” ou “sem sentido”. Como um adjetivo, nabal é usado às vezes para pessoas que não têm discernimento de afirmações éticas ou religiosas. É um nome adequado para o marido de Abigail que tipifica tal comportamento.[3]

Nabal não havia dado a devida atenção a Davi e seus homens que protegiam seus pastores. Quando seu acampamento começou a ficar sem comida, Davi enviou dez mensageiros a Nabal. Os mensageiros contaram a Nabal como estavam protegendo seus pastores e pediram provisões, mas Nabal recusou.[4] Ele até gritou com eles (1 Sam. 25:14 NLT). As ações de Nabal insultaram profundamente Davi, e Davi reagiu preparando-se para massacrá-lo (1 Sam. 25:13, 22).

Ações de Abigail

Abigail era a senhoria competente de uma vasta parentela e serviçais.[5] Um servo contou-lhe como Nabal insultou e desonrou Davi e informou-a do perigo que agora enfrentavam. Seus servos, tanto homens como mulheres, prontamente ajudaram Abigail em seu plano decisivo para aplacar Davi.

Abigail não era apenas inteligente e bonita, ela também era corajosa. Não teria sido nada fácil confrontar Davi e quatrocentos de seus homens que haviam sido desonrados e pretendiam vingar-se com suas espadas prontas. No entanto, Abigail se aproximou de Davi e, com grande diplomacia, ofereceu-lhe humildemente uma “oferta de paz”. Ela deu a Davi e seus homens muita comida. Suas ações rápidas salvaram sua casa do desastre e impediram que Davi e seus homens derramassem sangue desnecessário.

Abigail também era corajosa, considerando que suas ações seriam descobertas pelo marido, e então ela teria que enfrentar seu temperamento violento. No dia seguinte, Abigail contou a Nabal tudo o que ela havia feito. Felizmente, Deus a poupou da ira de Nabal. Nabal imediatamente teve algum tipo de ataque cardíaco e morreu dez dias depois de uma parada cardíaca.

Por causa de seu caráter mesquinho, teimoso e perverso, Nabal não conseguiu ter uma apreciação verdadeira de quem era Davi. Mas Abigail sabia quem era Davi. Ela sabia que ele era um fora da lei fugindo do rei Saul, e ela falou eloqüentemente e profeticamente sobre Davi e seu futuro reinado como rei de Israel.[6] Seu discurso é um dos mais longos discursos de uma mulher registrada no Antigo Testamento. Aqui está um trecho:

“… pois o Senhor certamente fará um reino duradouro para ti, que travas os combates do Senhor. E em toda a tua vida, nenhuma culpa se ache em ti. Mesmo que alguém te persiga para tirar-te a vida, a vida de meu senhor estará firmemente segura como a dos que são protegidos pelo Senhor teu Deus. Mas a vida de teus inimigos será atirada para longe como por uma atiradeira. Quando o Senhor tiver feito a meu senhor todo o bem que prometeu e te tiver nomeado líder sobre Israel, meu senhor não terá no coração o peso de ter derramado sangue desnecessariamente nem de ter feito justiça com as próprias mãos. E, quando o Senhor tiver abençoado a ti, lembra-te de tua serva”. 1 Samuel 25: 28-31 NVI.

Davi lembrou-se de Abigail. Depois da morte de Nabal, ele parece não ter perdido tempo em pedir que ela se torne sua esposa. Não está claro se Davi procurou esse casamento por causa de sua atração por Abigail ou se foi por razões políticas, mas ele certamente a admirava. Abigail se tornou a terceira esposa de Davi e ela deu à luz o segundo filho de Davi, Quileab (2 Sam. 3:3). (Seu filho é chamado Daniel em 1 Crônicas 3:1).[7]

Submissão de Abigail

Eu me lembro de estar confusa sobre a história de Abigail quando eu era mais jovem. Eu aprendi que as esposas devem se submeter aos maridos em tudo—afinal, é o que Paulo diz em Efésios 5:24. Além disso, as mulheres deviam reverenciar e respeitar seus maridos como líderes, e assim nada diriam contra elas. Mas aqui estava uma mulher da Bíblia que agiu pelas costas do marido e fez algo que ela sabia que ele não aprovaria. E ela até anuncia os defeitos do marido para Davi:

“Meu senhor, não dês atenção àquele homem mau, Nabal. Ele é insensato, conforme o seu nome significa; e a insensatez o acompanha …” 1 Samuel 25:25 NVI

Apesar de desafiar o marido e dizer coisas negativas sobre ele, Abigail é elogiada por suas ações. Além disso, Davi reconhece que Abigail foi enviada por Deus.

Davi disse a Abigail:

“… Bendito seja o Senhor, o Deus de Israel, que hoje a enviou ao meu encontro. Seja você abençoada pelo seu bom senso e por evitar que eu hoje derrame sangue e me vingue com minhas próprias mãos.” 1 Samuel 25: 32-33 NVI

Na verdade, Abigail é uma esposa ideal. Ela não se submeteu à estupidez do marido; em vez disso, ela protegia seu marido e seus interesses. Ela tomou a iniciativa quando ele era incapaz ou não queria agir, e ela até se desculpou por seu comportamento rude. [8]

Eu acho que grande parte da igreja tem uma ideia errada de submissão ao casamento. A submissão bíblica não é sobre obediência cega ou subserviência. A submissão saudável é caracterizada pela lealdade, humildade e consideração, e busca o bem maior. Idealmente, deveria ser recíproco e mútuo, em vez de unilateral, com marido e mulher ajudando e servindo um ao outro.

Abigail era uma jovem inteligente e forte que ajudava o marido, mesmo que contrariando a vontade dele. Ela inicia uma reunião potencialmente perigosa com Davi e fala com grande diplomacia e discernimento. Deus usou Abigail para ajudar Davi e encorajá-lo com suas palavras proféticas. Abigail era uma mulher notável, com beleza e inteligência.

NOTAS FINAIS

[1] Abigail é descrita como tendo “boa (tov) compreensão/inteligência (se.khel)” em 1 Samuel 25: 3. Salomão é descrito com a mesma palavra hebraica (se.khel) em 2 Crônicas 2:12, assim como Zacarias em 1 Crônicas 26:14, os Levitas em 2 Crônicas 30:22 e Serebias em Esdras 8:18.

[2] Eu me pergunto por que os pais de Abigail organizaram tal casamento para a filha deles.

[3] Nota de rodapé de 1 Samuel 25 da NET Bible .

[4] “Quaisquer que sejam suas razões para inicialmente ajudar os pastores de Nabal, a assistência de Davi constituiu um ato de generosidade não solicitada pelo qual alguma ação recíproca de boa vontade da parte de Nabal era apenas esperada em uma cultura tradicional.”
Traduzido de: Joy Osgood “1 & 2 Samuel”, The IVP Women’s Commentary, Catherine Clark Kroeger and Mary Beth Evans (eds) (Downers Grove: Intervarsity Press, 2002), 167.

[5] Nenhuma criança é mencionada em 1 Samuel capítulo 25. Abigail pode ter sido uma jovem esposa nova e ainda não tinha concebido.

[6] De acordo com a Meguilá (um dos tratados do Talmud), os rabinos consideram Abigail como uma das sete profetisas que profetizaram a Israel. As outras seis profetas do sexo feminino são:  SaraMiriamDébora, Ana, Hulda e Ester. (Veja Meguilá 14a e 14b). Os rabinos não incluem Noadia (Ne 6:14) e a esposa de Isaías (Isaías 8:3) entre as sete profetisas.

[7] Abigail também é mencionada em 1 Samuel 30:5. Ela estava entre muitas pessoas que foram capturadas pelos amalequitas quando invadiram Ziklag, mas depois foram resgatadas por Davi e seus homens. Abigail não teve uma vida fácil.

[8] Traduzido de: Adele Berlin, “Abigail: Bible”, Encyclopedia, Jewish Women’s Archive

© 8 de março 2013Margaret Mowczko
Traduzido por Orlando Paulo Correia Reimão

Mais artigos em português aqui.

artigos em portugues sobre igualdade entre homens e mulheres no lar e na igreja

 

Compartilhar!